Hospital oncológico modernizará tratamento de câncer no DF

Projeto de implementação da unidade foi entregue à Caixa Econômica Federal em solenidade na tarde desta quarta-feira (30), no Palácio do Buriti.

Para ampliar o acesso à saúde de pacientes com câncer no Distrito Federal, o governo de Brasília entregou à Caixa Econômica Federal o projeto de implementação do Hospital de Especialidades Cirúrgicas e Centro Oncológico de Brasília (Hecco-BSB).

A solenidade ocorreu na tarde desta quarta-feira (30), no Palácio do Buriti, quando o documento foi assinado pelo governador Rodrigo Rollemberg e pelo secretário de Saúde, Humberto Fonseca, e entregue ao vice-presidente de Operações Corporativas da Caixa Econômica Federal, Roberto Derziê.

Com o objetivo de modernizar o tratamento em adultos, o projeto prevê uma unidade hospitalar com 172 leitos de internação — 20 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) —, consultórios multidisciplinares, alas para tratamento de quimioterapia e radioterapia e salas de cirurgias conjugadas, com robótica e tomografia computadorizada.

O secretário de Saúde, Humberto Fonseca, o vice-presidente de Operações Corporativas da Caixa Econômica Federal, Roberto Derziê.e o governador Rodrigo Rollemberg. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A unidade será erguida em terreno ao lado do Hospital da Criança de Brasília José Alencar, no Setor de Áreas Isoladas Norte, com área de 33 mil metros quadrados.

O objetivo da Saúde é que a licitação ocorra em 2017 e que as obras comecem em 2018

“É com muita emoção que encaminho essa proposta porque entendemos a importância dela para a saúde pública do DF”, defendeu Rollemberg. “Sabemos que, com as condições que Brasília oferece, será essencial não só para os moradores daqui, mas para outros pacientes que poderão ser atendidos na cidade.”

Fonseca definiu o momento como um dos mais importantes para a saúde do DF. “Daremos estrutura melhor e atendimento de mais qualidade para os pacientes com câncer”, resumiu.

O governador Rollemberg agradeceu aos parlamentares do DF no Congresso Nacional pelo empenho em pleitear os recursos, a todos os servidores envolvidos na elaboração da proposta e à União pela parceria neste e em outros projetos importantes para Brasília.
Valores e prazos para a construção do hospital oncológico no DF

Em vigor desde dezembro de 2016 e com vigência até março de 2019, o contrato prevê investimento de R$ 166.358.448, sendo que R$ 121.998.888 são provenientes de repasse da União, por meio do Ministério da Saúde, representado pela Caixa Econômica Federal, e R$ 44.359.560 de contrapartida do governo de Brasília.

Elaborados pela Secretaria de Saúde e pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), os projetos de engenharia e arquitetura, além dos documentos pertinentes à área da obra, serão submetidos a análise e autorização para abertura do processo licitatório.

O objetivo da Saúde é que a licitação ocorra em 2017 e que as obras comecem em 2018.

“Sabemos de toda carência que temos nessa área, e ficamos muito felizes que o Estado entenda a importância de um aparelho como esse para a cidade”, enfatizou a coordenadora de Atenção Especializada à Saúde, Viviane Rezende, uma das idealizadoras do projeto pela secretaria. “Vamos mudar a vida dos pacientes com câncer, isso é histórico.”

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo