Fortalecido, Janot denunciará Temer por obstrução e quadrilha

Depois de ser derrotado por unanimidade no pedido de suspeição contra o procurador-geral Rodrigo Janot, Michel Temer será denunciado nesta quinta-feira por organização criminosa e obstrução judicial.

A peça tem de mais de 200 páginas e a previsão é que seja apresentada até o fim da tarde desta quinta-feira e também deverá ser denunciada toda a cúpula do PMDB.

Temer já foi carimbado como chefe do quadrilhão do PMDB e beneficiário de propinas de R$ 31,5 milhões pela própria Polícia Federal. Do quadrilhão, já foram presos Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves. Estão soltos Eliseu Padilha e Moreira Franco, porque têm foro privilegiado.

Nessa parte da acusação, o delator Lúcio Funaro afirma que vendeu seu silêncio ao empresário Joesley Batista, que gravou Temer pedindo que essa operação de obstrução judicial fosse mantida.

Rejeitado por 97% dos brasileiros, segundo pesquisa Vox Populi, Temer terá que reabrir o balcão de compra e venda de deputados para se manter no poder.

Nunca, em toda a sua história, o Brasil viveu uma situação tão vexatória, sendo comandado por um ocupante da presidência que é acusado de vários crimes após conquistar o poder por um golpe.

Por: Brasil 247

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo