Lei transforma todos os assentos do transporte público do DF em preferenciais

Transporte público no DF tem todos os assentos preferencialmente destinados a idosos (pessoas a partir de 60 anos), gestantes e passageiros com criança de colo, com deficiência ou com mobilidade reduzida.
 Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Todos os assentos dos ônibus e do metrô de Brasília serão preferenciais para idosos, grávidas, mulheres com crianças de colo e pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. A medida está prevista em lei sancionada pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, publicada hoje (1°) no Diário Oficial do DF.

De acordo com a publicação, todos os assentos dos veículos de transporte coletivo público e do transporte metroviário do Distrito Federal passam a ser preferenciais. Sendo assim, todos os passageiros que ficarem de fora dessas características terão que ceder o espaço para os que possuem preferência.

A lei entrará em vigor daqui a 60 dias e as empresas de transporte coletivo público e o Metrô DF terão que fixar avisos informando que todos os assentos passarão a ser preferenciais. Além do aviso, o Poder Executivo poderá realizar campanhas publicitárias para informar os passageiros sobre a mudança. A lei não prevê punições em caso de descumprimento. De acordo com o governo do DF, a medida é “essencialmente educativa e civilizatória”.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo