Justiça do DF condena homem a 7 anos de prisão por roubo e ameaça contra ex

Condenado chegou a ir ao trabalho da vítima para agredi-la. Crimes ocorreram em 2017; cabe recurso.

Por G1 DF

Fachada do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (Foto: TJDFT/Divulgação)

A Justiça do Distrito Federal condenou um homem a sete anos e seis meses de prisão por roubo e ameaça contra a ex-companheira. Segundo a denúncia, ele enviou mensagens com tom ameaçador, foi ao trabalho da vítima, a agrediu, e ainda roubou o celular e cartão de transporte dela. Cabe recurso. O G1 tenta localizar a defesa dele.

“Some de Brasília... […] Eu vou atrás de você […] Quando você mais imaginar eu vou estar em cima de você […] Escuta o que tô te falando, você pode ir na delegacia, você pode ir aonde você quiser […] Essa semana mesmo, a partir de segunda-feira eu tô indo lá na sua empresa [..] Liga para sua mãe e avisa que o seu filho [sic] vai ser triste […] Você sabe que eu sou capaz”, diz um trecho das ameaças.

Após a mensagem, ele de fato chegou a ir ao trabalho dela. Segundo o MP, o homem chutou a perna e a barriga da ex-companheira no local. Ela gritou por socorro e recebeu ajuda de um colega de trabalho. No momento, ele pegou o celular e o cartão de transporte dela e fugiu.

Como consequência, ela foi demitida após o comportamento do ex-companheiro nas proximidades do local de trabalho. Por isso, o MP também vai pedir que ele pague danos morais.

“O sentenciado se serviu de agressões contra sua então companheira, levando-a a perder o sustento em época de crise econômica, a indicar a necessidade de majoração da pena base em virtude de tal circunstância”, entendeu o juiz João Gabriel Ribeiro.

Os crimes aconteceram em junho e julho de 2017. A sentença é do dia 13 de outubro.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo