Comissão Especial em Defesa dos Direitos da Pessoa com Epilepsia aprova calendário de trabalho

Reuniões da comissão especial serão mensais
A Comissão Especial em Defesa dos Direitos da Pessoa com Epilepsia da Câmara Legislativa reuniu-se pela primeira vez na tarde desta quinta-feira (16) e aprovou o calendário de trabalho do colegiado. As reuniões ordinárias serão mensais e estão agendadas paras as quintas-feiras, sempre a partir das 14h30min, nas salas de reuniões do térreo superior da CLDF.

O presidente da Comissão Especial, o deputado Rodrigo Delmasso (Podemos), afirmou que pretende promover a conscientização da sociedade do Distrito Federal quanto à incidência de doenças epiléticas, que afetam milhares de pessoas e seus familiares. Busca-se diminuir o preconceito e disseminar informações de modo a promover orientação e apoio aos portadores de epilepsia, buscando a promoção da saúde, através da formação de multiplicadores da informação.

"A comissão é temporária e foi criada com o objetivo de, no prazo de 180 dias, promover a conscientização da sociedade quanto à epilepsia, que está presente na vida de milhares de pessoas e de seus familiares", comentou o distrital. Delmasso afirmou ainda que a instituição de uma Comissão Especial dedicada contribuirá para o desenvolvimento de questões importantes para a melhoria de vida dos portadores de epilepsia, como:
Desenvolvimento de pesquisas direcionadas para o tratamento da epilepsia;
Promoção da divulgação do conhecimento entre as Associações dos Portadores de Epilepsia do Distrito Federal e demais Estados da Federação;
Apoio às famílias que possuem um ente com doença epilética;
Promoção da conscientização dos sintomas e efeitos das doenças epiléticas na comunidade de profissionais da saúde e sociedade em geral;
Incentivo à criação de sistemas de informações sobre as doenças epiléticas no Distrito Federal e sua rede de atendimento no Brasil, cadastro dos pacientes e centros de referência.

O colegiado também vai promover ações no sentido de divulgar dos medicamentos disponíveis nas farmácias de alto custo, de auxílio na criação de sistemas de informações sobre a epilepsia no DF e sua rede de atendimento no Brasil, cadastros de pacientes e centros de referência.

Roteiro dos Trabalhos - O foco dos trabalhos da comissão e o atendimento a pessoas com epilepsia será diferente a cada mês: Em novembro, será "a visão das famílias"; dezembro: "distribuição de medicamentos"; fevereiro: "atendimento à pessoa com epilepsia na educação"; e março: "atendimento à pessoa com epilepsia na saúde".

A reunião foi composta pelos deputados Rodrigo Delmasso, Professor Reginaldo Veras (PDT) e Wasny de Roure (PT).

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo