Embaixador do Paraguai visita escola em Ceilândia

Encontro que ocorreu nesta quarta (29) faz parte do programa Embaixadas de Portas Abertas 

Alunos do Centro de Ensino Fundamental 11 de Ceilândia receberam o embaixador do Paraguai, Manuel María Cáceres, nesta quarta-feira (29).Os estudantes do Centro de Ensino Fundamental 11 de Ceilândia fizeram apresentações de quadrilha durante visita do embaixador do Paraguai. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

O encontro é uma retribuição à visita que ocorreu em 14 de setembro, quando os estudantes da unidade de ensino conheceram a embaixada.

O intercâmbio faz parte do programa Embaixadas de Portas Abertas, que estimula a troca cultural entre alunos da rede pública de ensino de Brasília e as representações diplomáticas no Brasil.

Para receber o diplomata, os estudantes fizeram apresentações de quadrilha junina, capoeira e hip-hop, entre outras. O embaixador também conheceu os projetos de sustentabilidade da escola.

A aluna Ana Clara Reis dos Santos, de 13 anos, explicou como funciona o projeto que capta a água descartada do bebedouro para ser reutilizada na horta e na climatização das salas.

Ela disse se sentir muito honrada em mostrar um pouco do projeto escolar para o representante do país vizinho. “Isso nos traz mais conhecimento e enriquece ambas as partes.”A aluna Ana Clara Reis dos Santos, de 13 anos, apresentou ao embaixador Manuel María Cáceres o sistema de irrigação da horta com água de reuso. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

“É uma experiência muito gratificante compartilhar com a juventude”, destacou o embaixador Manuel María Cáceres.

Segundo a diretora da unidade de ensino, Alzira Formiga, o projeto [Embaixadas de Portas Abertas] ampliou os horizontes dos jovens. “Temos alunos que nunca foram ao Plano Piloto e agora estão trocando experiências com pessoas de outros países.”

A chefe da Assessoria Internacional do governo de Brasília, Renata Zuquim, destacou a importância do retorno das embaixadas às escolas. “A gente consegue levar um pouquinho de Brasília para o mundo”.

A visita se encerrou com a degustação de comidas típicas brasileiras, como galinha com pequi, suco de cajá e cuscuz.
O programa Embaixadas de Portas Abertas

As atividades fazem parte do programa Criança Candanga, conjunto de políticas públicas voltadas para a infância e a adolescência em Brasília.

A iniciativa, idealizada pela colaboradora do governo Márcia Rollemberg, é uma parceria da Assessoria Internacional, da Secretaria de Educação e da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) — que leva os alunos às embaixadas.

Embaixadas interessadas em participar podem enviar e-mail para assessoria.internacional@buriti.df.gov.br.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo