Segurança é reforçada para proteger população nas compras de fim de ano

Policiamento ostensivo foi mobilizado para atuar em locais de grande fluxo de pessoas, como supermercados, agências bancárias, shoppings e feiras.

Para reforçar a segurança a quem fará as compras de fim de ano, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) iniciou o Policiamento Intensivo de Natal nos espaços com maior movimentação de pessoas, como supermercados, agências bancárias, shoppings e feiras.Policiamento ostensivo foi mobilizado para atuar em locais de grande fluxo de pessoas, como supermercados, agências bancárias, shoppings e feiras. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Segundo o subchefe do Departamento Operacional da PM, coronel Julian Pontes, esse período é propício para pessoas andarem com dinheiro, e aí mora o perigo. “Por causa das festividades e da liberação do 13º salário, existe aumento de fluxo no comércio e isso chama a atenção [de golpistas].”

O policiamento, conforme informou o coronel, foi distribuído de acordo com o mapa de manchas criminais elaborado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social.

A operação é feita em todas as regiões administrativas, mas os centros de comércio de Ceilândia, do Plano Piloto, de Taguatinga e de Samambaia recebem atenção especial pela maior concentração de público.
PM recomenda que, nessa época, as pessoas redobrem a atenção e adotem posturas preventivas nas ruas como evitar locais ermos, deixar bolsa aberta ou usar celular

Cerca de mil policiais foram mobilizados apenas para o trabalho de prevenção. Normalmente vinculado a atividades administrativas na corporação, eles foram remanejados para dar o apoio nas ruas.

A ideia é que o policiamento esteja mais visível nesse período para coibir ações criminosas. A operação vai até 7 de janeiro.

Pontes recomendou que as pessoas tenham mais atenção ao sair de casa, evitem deixar a bolsa aberta, usar o celular nas ruas e andar em locais ermos.
Cuidados que a população deve ter ao movimentar dinheiro

O superintendente de Segurança Empresarial do Banco de Brasília, Kleber Ponce Leones, recomenda que a população evite frequentar agências fora do horário de atendimento ou com pouca movimentação.

“Quando o saque for de quantia alta, sempre se certifique de que não esteja sendo observado ou seguido”, adverte o dirigente. Outro alerta é no sentido de prestar atenção se, ao passar a senha do cartão, há pessoas ao redor observando o código.

Em compras feitas na internet, a sugestão é verificar o endereço do site, já que fraudadores usam links patrocinados para ganhar visibilidade nos resultados de buscas. Outra dica é checar se há um cadeado no início do endereço do site, o que garante maior privacidade.

A Federação Brasileira de Bancos preparou uma cartilha para orientar a população sobre cuidados básicos para evitar fraudes e roubo nas contas.

Principais recomendações aos correntistas:
Nunca forneça dados pessoais, senhas e informações sensíveis por telefone, e-mail, redes sociais e aplicativos de comunicação instantânea.
Fique atento: os bancos não solicitam confirmação de dados pessoais relacionados a contas bancárias, senhas e cartões por telefone, SMS, e-mail ou por outros meios.
Jamais forneça dados a alguém que se identifique como operador de central de atendimento. Entre em contato com o gerente de sua conta para questionar tal solicitação.
Faça controle periódico da fatura de seu cartão de crédito e de seu extrato bancário.
Em caso de dúvidas nos caixas de autoatendimento, só aceite ajuda de funcionário uniformizado e identificado por crachá do banco.
Não responda, por quaisquer meios, mensagens de empresas ou instituições desconhecidas.
Mantenha o sistema operacional de seu computador, tablet ou celular sempre atualizado e, se possível, instale programas de antivírus.
Ao acessar ambientes on-line que exijam login e senha, lembre-se de desmarcar o memorizador de senhas e sempre clique em Sair ao término da navegação.
Instale aplicativos apenas de fontes confiáveis.
Evite abrir e-mail e clicar em anexos ou links enviados por desconhecidos.
Fique atento ao endereço de e-mail. Empresas de grande porte não usam contas privadas como @gmail, @hotmail ou @terra para entrar em contato com clientes. Entidades públicas sempre são registradas com @gov.br ou @org.br.
Sempre que não estiver utilizando celular, tablet ou computador, mantenha-os bloqueados com senha de acesso

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.