Palácio do Buriti apaga as luzes em apoio ao combate do aquecimento global

Diversos monumentos do País aderiram à campanha Hora do Planeta. Iniciativa mundial de manter espaços no escuro durante uma hora mostra preocupação com as mudanças climáticas.

As luzes do Palácio do Buriti foram totalmente apagadas às 20h30 deste sábado (24). O governo de Brasília aderiu à campanha Hora do Planeta em apoio ao combate do aquecimento global.Iniciativa mundial de manter espaços no escuro durante uma hora mostra preocupação com as mudanças climáticas. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Diversos monumentos do País e do mundo participaram da ação. Em Brasília, o Congresso Nacional também apagou as luzes. O Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, ficaram às escuras.

A iniciativa mundial, da organização não governamental de conservação global WWF (sigla em inglês para Fundo Mundial para a Natureza), de manter espaços no escuro durante uma hora mostra preocupação com as mudanças climáticas.

O movimento nasceu em 2007, na Austrália, e desde 2009 é celebrado no Brasil. De acordo com a organização, em 2017, as ações alcançaram 187 países e territórios, e mais de 3 mil monumentos foram apagados. Somente no Brasil, 145 cidades e mais de 600 monumentos aderiram.

Ainda de acordo com o WWF, incêndios de grande proporção registrados no ano passado em Portugal e nos Estados Unidos, inundações na Índia e os furacões Irma e Maria no Caribe são provas dos crescentes impactos das mudanças climáticas.

No Brasil, além do aumento no número de queimadas e no período seco, a organização destaca o “racionamento de água que se estende pelo País, chegando pela primeira vez à capital federal”.

Fonte: Agência Brasília 

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.