Chamamentos públicos da Cultura têm inscrições abertas

Editais lançados nesta terça (19) selecionarão artistas para projetos na Casa do Cantador, em Ceilândia, e para atividades em outras regiões do DF.

A Secretaria de Cultura lançou, na tarde desta terça-feira (19), dois chamamentos públicos com o intuito de valorizar a produção local. A cerimônia ocorreu no Palácio do Buriti.Editais lançados pela Secretaria de Cultura nesta terça-feira (19) têm o intuito de valorizar a produção do DF. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

O primeiro trata dos eventos Sabadão do Forró e Festival Regional de Repentistas do DF. Já o segundo é para contratação de artista ou grupo musical, grafiteiro e oficineiro para o projeto Brasília de Todas as Culturas.

Para o governador Rodrigo Rollemberg, os editais ajudam a descentralizar recursos culturais do Plano Piloto. “Com esse tipo de ferramenta, já podemos ver as tradições do forró e do repente se fortalecerem em regiões como Ceilândia.”

O secretário de Cultura, Guilherme Reis, reforça a importância dessa descentralização. “Esses editais são apenas dois passos a mais para ampliar o mercado. O investimento dá novo desenho para a cultura da cidade.”

As regras, a documentação e a ficha de inscrição estão em edital publicado no Diário Oficial do Distrito Federal de 18 de junho.

Os documentos deverão ser entregues exclusivamente no protocolo da secretaria (SCN, Via N2, anexo do Teatro Nacional Claudio Santoro), em envelope lacrado.

Apresentaram-se no lançamento hoje as duplas de repentistas João Santana e Valdenor de Almeida e Pardal e Azulão da Mata. Depois do anúncio, o trio Luizão é Forró do Bom tocou duas músicas para os presentes.
Edital da Casa do Cantador prevê R$ 472 mil em investimento

Para o Sabadão do Forró, serão selecionados 50 trios e, para o projeto Festival Regional de Repentistas do DF, nove duplas. Ambos serão apresentados na Casa do Cantador, em Ceilândia, no período de julho a dezembro de 2018.

As inscrições ficarão abertas até 3 de julho. Terão peso na avaliação dos candidatos:
Clareza, consistência e coerência do projeto: afinidade entre a proposta apresentada e a programação do festival
Relevância cultural: reconhecimento do valor histórico e cultural da trajetória do grupo artístico
Criatividade e inovação: originalidade da proposta
Experiência: quantidade de atividades já produzidas pela dupla

Os shows terão entrada gratuita, e R$ 472 mil serão investidos na programação.

O diretor da Casa do Cantador, Francisco de Assis Chagas, reconhece o valor dos editais. “Esse projeto permite ao forró receber um público maior e ser reconhecido como cultura fundamental de Brasília.”
Programa selecionará grupos musicais e oficineiros

O segundo edital, Brasília de Todas as Culturas, tem parceria com o Ministério da Cultura por meio de convênio federal e promoverá uma oferta diferenciada de atividades artísticas para a população do DF.
As ações serão em três regiões administrativas: Samambaia, Itapoã e Santa Maria, de 20 a 22 de julho

O projeto prevê investimento de R$ 185.280 para a seleção de 27 artistas e grupos musicais — nove do samba, nove da cultura popular e nove de blues/soul.

Além desses, serão selecionados seis grafiteiros, seis DJs ou coletivos de hip-hop e 24 oficineiros, que deverão dar aulas de percussão, catira, rabeca, pife, viola, dança e workshop de guitarra, entre outras atividades.

As inscrições vão até 2 de julho. As ações serão em três regiões administrativas: Samambaia, Itapoã e Santa Maria, de 20 a 22 de julho.

De acordo com a pasta, os editais enfatizam a pluralidade cultural e valorizam as diversas identidades de Brasília, formada por várias linguagens e tradições do País.

Fonte: Agencia Brasília 

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.