Instituto Histórico e Geográfico convida Rollemberg para Conselho Consultivo

Convite foi feito durante encontro no Palácio do Buriti, nesta quarta-feira (20). Comitê tem por finalidade debater assuntos referentes ao futuro de Brasília.

O presidente do Instituto Histórico Geográfico do Distrito Federal, Ronaldo Rebello de Britto Poletti, convidou o governador Rodrigo Rollemberg para ser membro do Conselho Consultivo da instituição.O presidente do Instituto Histórico Geográfico do Distrito Federal, Ronaldo Rebello de Britto Poletti, e o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

O convite foi feito durante encontro no Palácio do Buriti, nesta quarta-feira (20). Poletti ressaltou que a escolha decorre da dedicação de Rollemberg às causas da cidade.

O conselho tem o papel de estimular o debate ativo sobre história de Brasília nas diversas áreas, independentemente de fatores políticos e partidários. Para o governador, o convite é motivo de orgulho.

“O Instituto Histórico e Geográfico do DF é uma das instituições mais conceituadas da cidade. [Participar do conselho] pode ser um grande instrumento de promoção de debates sobre o futuro de Brasília”, ressaltou Rollemberg.

A entidade se destaca como promotora de cultura e apoiadora da pesquisa especializada em história e geografia do DF. Sem fins lucrativos, ela tem por finalidade:
Estudar, divulgar e estimular o conhecimento da história e da geografia, especialmente do DF
Preservar a memória das tradições e do folclore nacionais, com ênfase especial ao seu comportamento na região do Planalto Central
Coletar material e documentos que testemunhem os primórdios e a evolução da capital federal, mantendo-os em exposição permanente
Atender aos alunos da rede escolar, no sentido de promover o estudo da história brasileira, bem como das ciências e disciplinas correlatas, com destaque para fatos relacionados com Brasília
Resgatar, registrar e difundir fatos históricos e geográficos relacionados a Brasília e ao Brasil
Aprimorar técnicas diversas, por meio da troca de saberes tradicionais e da criação de tecnologia alternativa, para preservar fatos históricos e geográficos do País e da capital

No encontro com o governador, o presidente do instituto ainda entregou um livro com a história da entidade e da memória de Brasília.

Agência Brasilia 

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.