COLUNA FITNESS | O que é canelite?

Resultado de imagem para canelite
Chamada popularmente de Canelite, essa dor, semelhante a uma queimação, pode estar localizada mais acima ou mais abaixo, e é sentida nas bordas do osso da canela, a tíbia. Canelite, nome dado à síndrome do estresse tibial medial ou periostite medial da tíbia, é uma inflamação do osso da canela, a tíbia, seus tendões ou músculos. É caracterizada por dor na canela, especialmente durante exercício físico. Esta inflamação é comum em atletas que realizam atividades de impacto repetido, como corrida, tênis, basquete e futebol. 

A canelite pode ser dividida em dois tipos, diferenciada pelo local da dor na canela. Os sintomas em ambas as situações são os mesmos. Os tipos são: 

Canelite anteromedial 

Neste caso, a dor na canela se encontra na parte superior da tíbia, na parte de dentro da perna, a frente da canela. 

Canelite posterolateral 

Canelite posterolateral tem como principal sintoma a dor na parte baixa da canela, no lado de fora da perna, na parte de trás do osso. 

Causas 
A principal causa da canelite são as atividades físicas de impacto repetitivo, como as corridas, por isso que muitos corredores relatam esse tipo de dor. Outras causas que podem levar à canelite são: 
  • Uso de calçados inadequados; 
  • Exercícios excessivos para perna; 
  • Técnica errada; 
  • Excesso de carga; 
  • Atividades físicas de alto impacto; 
  • Prática de exercício em solos irregulares; 
  • Prática de exercício em terrenos duros demais; 
  • Pisada errada; 
  • Fatores genéticos; 
  • Falta de alongamento. 
COMO TRATAR E PREVENIR A CANELITE 

O indivíduo precisa usar calçados adequados (que maximizam o amortecimento de impacto, de acordo com a atividade exercida), além de ter controle sobre as cargas e mecânica de treino, sempre com um profissional especializado. Além disso, é importante tomar medidas como: 
  • Fazer fisioterapia, que melhorará os sintomas e corrigirá a mecânica da corrida e os desalinhamentos; 
  • Reduzir a carga e frequência de treinos. A depender do caso, pode-se suspender os treinos; 
  • Usar tênis que calçem bem e ofereçam bom suporte aos pés; 
  • Usar palmilhas absorventes de choque; 
  • Evitar exercícios em superfícies duras, inclinadas ou em terreno irregular; 
  • Aumentar gradualmente a intensidade do exercício; 
  • Aquecer antes dos exercícios; 
  • Certificando-se de se alongar adequadamente; 
  • Envolver no treinamento, exercícios de força que ajudem fortalecer as panturrilhas; 
  • Não manter o exercício se estiver sentindo dor; 
  • Não correr descalço. 
Dicas para aliviar as dores da canelite: 
  •  Aplicar gelo no local reduz a dor e ajuda a controlar a inflamação; 
  • Praticar exercícios proprioceptivos. Massagear as panturrilhas alivia as dores musculares, relaxa a musculatura e pode diminuir a tração do periósteo; 
  • Usar meias compressivas. Elas melhoram o retorno do sangue e diminuem a inflamação no local; 
  • Usar anti-inflamatórios (com prescrição médica) para controlar a inflamação e a dor. Mas devem estar aliados ao tratamento da causa da patologia; 
  • Realizar exercícios de flexibilidade, força, equilíbrio e alongamento dos músculos da perna; 
  • Lembre-se sempre de alongar antes e depois da corrida; 
  • Só retorne à prática do esporte quando estiver reabilitado. Retornar precocemente pode causar a piora da lesão.
Exagerar nos exercícios pode levar a sérias consequências. Um treinamento bem feito é a diferença entre um corpo saudável e um lesionado. Não existe um tempo pré-determinado para o retorno, mas, sim, uma melhora de percepção corporal e de sinais que seu próprio corpo lhe dará.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.