IPVA 2018: Cerca de 315 mil contribuintes devem cerca de R$ 269 milhões

Detran fará controle de trânsito na Corrida do Fogo/ Foto: Divulgação/Instagram

Número corresponde aos proprietários de quase 366 mil veículos rodando irregulares pelo DF. Ações de fiscalização começaram no dia 1º de setembro

Desde o dia 1º deste mês, o Departamento de Trânsito do DF (Detran) começou a fiscalizar os motoristas que ainda não possuem o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) referente ao ano de 2018. E o número de condutores que ainda não pegaram o documento porque não quitaram a dívida é alto.

Segundo a Secretaria de Fazenda (Sefaz), mais 315 mil contribuintes (cidadãos e empresas) ainda não pagaram nenhuma parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), o que corresponde a quase 367 mil veículos com cerca de R$ 269 milhões em débitos. O vencimento da 4ª parcela (última) ocorreu em maio.

Quem for flagrado dirigindo em via pública com o veículo não licenciado terá o automóvel recolhido, pagará multa de R$ 293,47 e receberá sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Cobrança

A partir desta semana, a Secretaria de Fazenda vai começar a contactar os devedores. Inicialmente, serão acionados cerca de 69 mil inadimplentes com veículos de placas final 1 e 2 por meio de chamadas telefônicas gravadas ou por atendentes da Central 156 durante todo o mês de setembro.

Ainda de acordo com a pasta, há aproximadamente 150 mil veículos com o IPVA 2017 em aberto, o que representa o valor R$ 103 milhões. Além disso, 116 mil contribuintes devem quase R$ 77 milhões referentes ao documento de 2016. Esses condutores já foram inscritos em dívida ativa e estão sujeitos às sanções previstas pelo atraso.

Para emitir a segunda via do boleto, basta acessar o site da Secretaria de Fazenda ou o documento em um dos postos do Na Hora; nas lojas do BRB Conveniência (ao custo de R$ 2 por impressão) e nas agências da Receita do DF.

Fonte: Jornal de Brasília

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.