Mais de 20 candidatos estão fora das eleições do Distrito Federal, por desistência

Até esta segunda-feira, 22 dos quase mil 250 candidatos pelo Distrito Federal ao pleito de 7 de outubro, estão fora da disputa. Eles desistiram da candidatura, sem informar o motivo nas solicitações protocoladas no TRE-DF, o Tribunal Regional Eleitoral. Os dados estão na página do tribunal na internet.

O partido Avante lidera, com quatro desistentes: Arthur Cardoso, Bill Saúde e Isaura Barbosa, candidatos a distrital, e Tiago, ex-candidato a segundo suplente de senador.

Em seguida aparece o partido Democracia Cristão, o DC, com três nomes que buscavam a eleição a deputado federal: Gílson Ferreira, Socorro e Nílson Pires.

Três partidos aparecem com duas desistências cada: o PSC, com os candidatos a distrital Henrique Rodoviário e Igor Bispo; o PMN, onde renunciaram Lídia Ribeiro, a uma vaga de distrital, e Isanil, que concorria à bancada federal; e ainda o PSD, com Dirsomar deixando a disputa distrital, e Mana, que buscava uma vaga a segundo suplente de senador.

Os outros dez ex-candidatos, concorriam por partidos diferentes: para federal, Duda Rodrigues, pelo PSDB; e Senira Ramalho, pelo PRB. A primeiro suplente de senador, aparecem Marcinho Silva, pelo MDB e Takane, do PTC, além de Eliseu Kadesh, do Patriota – este, pela primeira suplência ao Senado.

Os outros desistentes tinham se inscrito por uma vaga a deputado distrital: Carlos Martins, do PPL; Euclides Pioneiro, pelo PC do B, Ivana Guimarães, pelo PSL, Luiz Afonso, do PP, e Duda Maria, inscrita pelo PMB.

Quase 500 candidaturas ainda estão sendo analisadas pelos tribunais eleitorais. O prazo encerra no dia 17 de setembro.

Fonte: NBN Brasil

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.