População do DF repudia agressões de Izalci contra Leila do Vôlei

Resultado de imagem para leila do volei
Desesperado e caindo nas pesquisas dia a dia, Izalci parte para ataques pessoais e por causa de processos na justiça pode ser preso após as eleições. 

Por Katharina Garcia 

Após disparar nas pesquisas eleitorais para o Senado no Distrito Federal e se consolidar na disputa na primeira vaga com mais de trinta por cento dos votos, e praticamente a vitória assegurada, a candidata do PSB Leila do Vôlei volta a ser atacada tanto pelos candidatos sem nenhuma chance de vitória por estarem muito abaixo nas pesquisas, como é o caso do candidato do PSDB, Izalci Lucas, aliado de Temer, como por outros que nem aparecem nas pesquisas como é o caso do candidato do PRP, registrado na justiça eleitoral como Fadi Faraj. 

Os ataques vêm através de entrevistas, vídeos gravados, e de matérias pagas como recentemente em um meio de comunicação do DF. Os mais recentes ataques vieram num debate e numa matéria no Jornal de Brasília, que os movimentos sociais acusam de ser matéria paga para intimida-la as vésperas das eleições. 

Leila do Vôlei recebeu a solidariedade de praticamente todos os demais candidatos ao Senado, tanto através de ligações telefônicas, como em declarações públicas, discursos e entrevistas, como foi o caso dos candidatos Cristovam Buarque (PPS), Wasny de Roure e Marcelo Neves (PT), Marivaldo Pereira e Chico Santana (PSOL), dentre outros que condenam as agressões verbais e notícias falsas espalhadas com o intuito de prejudicar adversários durante o processo eleitoral. Todos esperam uma eleição sem agressões e dentro do devido respeito. E sem agressões pessoais, afirmam. 

Em defesa de Leila do Vôlei, surgiram várias declarações de apoio e solidariedade assim como protestos contra o candidato Izalci Lucas, do PSDB, acusado de estar financiando uma campanha contra a candidata que lidera as pesquisas. E novamente a defesa de Leila partiu de diversas entidades de movimentos sociais que denunciaram o candidato Izalci Lucas recentemente de estar grilando terras no DF através de seu filho junto ao INCRA e se apossar de terrenos públicos. Nesse sentido a imprensa local descobriu o envolvimento de um de seus filhos e o denunciou esta semana. 

Firme no propósito de não responder aos ataques que vem sofrendo dos adversários e também de não permitir que aliados seus promovam uma guerra cibernética diante dos mais de cem ataques e bombardeios diários que está recebendo dos concorrentes nas redes sociais e em setores da imprensa através de matérias pagas, depois que passou a liderar as pesquisas para o Senado, a candidata do PSB, Leila do Vôlei disse apenas que “Lamento todos esses ataques que vão desde mentiras contra minha pessoa como montagens de vídeos descontextualizados e de forma agressiva com ataques pessoais. Lamento muito isso. Mas sigo firme na caminhada a que me propus. E não baixarei o nível, pois este não é meu estilo”. Afirmou. 

Ao receber manifestações de apoio e solidariedade de várias entidades populares e movimentos sociais, Leila recebeu também manifestações de candidatos dos mais variados partidos políticos, inclusive de partidos de onde partem os ataques contra sua candidatura e que abandonaram os candidatos adversários e agora estão apoiando seu nome para o senado, também na expectativa de ampliar apoios já que a participação de candidatos a distrital e federal ao lado dela tem se configurado numa estratégia para angariar votos do mais variados setores da população e ajudando alguns candidatos proporcionais. Assim aconteceu com diversos candidatos que apoiavam os candidatos agressores e agora passaram a apoia-la. 

Leila do Vôlei e Cristovam Buarque lideram as pesquisas deixando muito atrás os demais candidatos, tendo ainda os candidatos Chico Leite (REDE) e Wasny de Roure (PT) crescendo, enquanto Izalci Lucas já cai um ponto por dia e praticamente está fora da disputa. 

Segundo analistas eleitorais a queda de Izalci Lucas se dar em razão inclusive da possibilidade de ele ser preso imediatamente após as eleições pelos diversos processos que responde na justiça, mas principalmente por uma investigação que vem sendo desenvolvida e mantida sob sigilo sobre esses processos e para que o mesmo não fuja do DF após as eleições. 

O repúdio as agressões perpetradas pelo candidato do PSDB contra a candidata do PSB tem levado o candidato Izalci Lucas praticamente a desistir de fazer campanha devido as vaias e gritos de protestos que vem recebendo por onde passa, uma vez que os eleitores de Leila do Vôlei são fãs e torcedores que não apenas votam nela, mas a defendem quando a mesma é atacada.

 AGNOT \ 02.10.18 \ KG:

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.