Deputado cobra pagamento de atrasados de vigilantes terceirizados

Reforma trabalhista dificultou negociação do acordo coletivo.

O deputado Chico Vigilante (PT) cobrou da tribuna da Câmara Legislativa, na sessão ordinária desta quarta-feira (21), o pagamento dos retroativos de todos os vigilantes terceirizados. O deputado defendeu que a Justiça do Trabalho determine o pagamento, devido aos vigilantes desde janeiro.

Chico Vigilante explicou que por causa da reforma trabalhista a categoria enfrentou dificuldade na negociação do acordo coletivo deste ano e só conseguiu a aprovação na Justiça do dissídio coletivo em setembro. Pela decisão, segundo ele, os benefícios são retroativos a janeiro, data base da categoria, mas algumas empresas ainda não efetuaram os pagamentos.

Vigilante também reclamou que os vigilantes do Tribunal de Justiça do DF estão sem receber o auxílio alimentação desde janeiro. De acordo com o deputado, cinco reuniões já foram realizadas para tentar resolver o problema, mas a situação persiste. Para o distrital, o TJDF deveria seguir o exemplo do STF que em apenas um encontro determinou às empresas o pagamento do benefício aos trabalhadores.

Luís Cláudio Alves
Fotos: Carlos Gandra
Comunicação Social – Câmara Legislativa

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.