Embaixada certifica participantes de ação social em escola pública do DF

Governador Rodrigo Rollemberg participou da cerimônia na residência da Embaixada da República Gabonesa na noite desta sexta-feira (23). Iniciativa contemplou o Centro de Ensino Fundamental 21 de Taguatinga.

Para agradecer a participação de membros da sociedade civil, de embaixadas e do governo de Brasília em uma ação social no Centro de Ensino Fundamental 21 de Taguatinga, 22 certificados foram entregues na noite desta sexta-feira (23). A cerimônia ocorreu em jantar na residência da Embaixada da República Gabonesa.Governador Rodrigo Rollemberg participou da cerimônia na residência da Embaixada da República Gabonesa na noite desta sexta-feira (23). Iniciativa contemplou o Centro de Ensino Fundamental 21 de Taguatinga. Foto: Renato Araujo/Agência Brasília

A ação — promovida de junho a novembro deste ano — levou atendimento oftalmológico para os alunos da escola. A proposta foi criada e organizada pela embaixadora Julie-Pascale Moudoute-Bell e teve como inspiração o programa Embaixadas de Portas Abertas.

Em discurso na solenidade, o governador Rodrigo Rollemberg agradeceu os esforços em prol da iniciativa e destacou a importância do intercâmbio cultural. “Esse programa [Portas Abertas] espalha instrumentos de civilidade. Espero que leve nossas crianças a culturas de outros países e para o mundo todo.”

Atuante no programa, a esposa dele e colaboradora do governo de Brasília, Márcia Rollemberg, recebeu um dos certificados e uma estátua feminina típica do Gabão. “Quando vejo ações como essa feita na escola de Taguatinga, percebo o que mais podemos fazer com o Embaixadas de Portas Abertas”, avaliou.
O programa Embaixadas de Portas Abertas

O Embaixadas de Portas Abertas começou, como piloto, em 2015 e foi instituído oficialmente em 9 de agosto de 2017.

A iniciativa é uma parceria da Assessoria Internacional com a Secretaria de Educação e a Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) — que leva os alunos às embaixadas.

As atividades fazem parte do programa Criança Candanga, conjunto de políticas públicas voltadas para a infância e a adolescência em Brasília.

Fonte: Agência Brasilia

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.