My House realiza terceira parte de trilogia de aniversário em dezembro

Batizado de Produto Nacional, o episódio 3 da comemoração vai trazer no line-up somente artistas nacionais

Após um ano inteiro de comemorações, chegou a hora da terceira e última parte da trilogia de aniversário em comemoração aos 10 anos da My House. A edição, batizada de Episódio 3: Produto Nacional, acontece no dia 8 de dezembro no Garden Hall, local que foi escolhido por ser uma das melhores e mais bem estruturadas casas de evento de Brasília, além de ser 100% coberto e climatizado. Ou seja, nada de chuva para atrapalhar a festa.

O line-up, que é sempre muito aguardado pelos My Housers, desta vez vem recheado de atrações nacionais. Seguindo o tema Produto Nacional, a produção vai homenagear o país e trazer somente atrações brasileiras. “Nos dois primeiros episódios, convidamos artistas da Dinamarca, Inglaterra, Estados Unidos e foi iradíssimo! Mas quem realmente fez o chão da nossa casa pegar fogo foram os brazucas. Então o desfecho não poderia ser diferente. Vamos mostrar porque o som brasileiro está rompendo fronteiras e dominando a cena eletrônica mundial”, explica Henrique Ferreira, produtor da My House.

Serão 12 horas ininterruptas do melhor da música eletrônica, com KVSH, FractaLL, Breaking Beattz, Plastic Robots, Marcelo Fiorela, Raul Mendes, Black Soup e Galvik nas pickups. Para a ambientação, o público pode esperar uma experiência audiovisual completa, com equipamentos de iluminação, efeitos e projeção mapeada. Mas não para por aí. “O projeto do palco é uma desconstrução em 3D da bandeira brasileira. Estamos animadíssimos para apresentar ao público todo o aprendizado que obtivemos ao longo do ano”, entrega Henrique.

Com uma expectativa de público de cerca de 3 mil pessoas, a produção se certificou de garantir conforto para todos. O Garden Hall vai contar com estandes de comida, como esfiha e pizza, para ninguém perder as energias. Para beber, estará disponível também o Drink My House, criado especialmente para a comemoração. No andar superior do espaço, quatro lounges com visão privilegiada, bar e banheiros exclusivos. Que tal?

Fazendo o bem

Além de muita música, o terceiro episódio da My House vai contar com várias ações. Uma delas é a #MeiaEntradaSolidária, em que qualquer pessoa pode pagar a meia-entrada, bastando entregar 1 kg de alimento não perecível. “Na última edição, arrecadamos 400 kg de alimento, que foram doados para a Creche Primavera da Tia Joana, na Estrutural”, relata o produtor. Além disso, o evento será 100% livre de descartáveis. A produção desenvolveu, especialmente para a última edição, o copo eco, que evitará o desperdício de aproximadamente 5 mil copos descartáveis.

DJ Contest: espaço para novos talentos

Com o objetivo de dar visibilidade a novos talentos, a My House vai realizar também o DJ Contest, aberto à comunidade em geral. Para quem for DJ residente de Brasília e tiver interesse em participar, basta mandar um DJ set de até uma hora de duração para o Soundcloud oficial da My House e já estará automaticamente participando. O ganhador do concurso terá a oportunidade de abrir o Ep. 3. Já pensou?

Um brinde ao sucesso

Desde o primeiro episódio da trilogia, que aconteceu no dia 10 de março, a marca pode dizer que superou as expectativas. De acordo com Henrique, o nome My House foi escolhido, lá atrás em 2008, inspirado na ideia de receber os amigos em casa para conversar e ouvir uma boa música. Eletrônica, claro. “Não imaginávamos a dimensão que isso tomaria 10 anos depois. Por isso, planejamos um ano de comemorações insanas, no qual levamos o nosso público para conhecer o som dos mais diversos lugares do mundo”, explica.

E como realizar, ano a ano, festas do mesmo estilo musical sem cair no “mais do mesmo”? Segundo o brasiliense, é uma missão e tanto. “O maior desafio é nos manter atualizados. O que estava funcionando ontem, já não funciona hoje. Tentamos sempre nos adequar sem perder nossa identidade e queremos fazer uma edição melhor que a outra, evoluir nos mínimos detalhes. Acreditamos que estamos no caminho certo”, relata. Só este ano já foram mais de 30 artistas de sete nacionalidades diferentes nos palcos dos episódios anteriores, com uma média de público de mais de 3 mil pessoas em cada um deles.

Produto brasiliense em solo internacional

Além da comemoração em grande estilo, a label alcançou mais um marco em sua história em 2018: sua primeira edição internacional. A My House aconteceu na Bolívia e, mesmo diante de uma cena eletrônica recente, teve um feedback positivo. “Foi incrível! Foi muito bom saber que nosso trabalho está sendo reconhecido internacionalmente. Lá tem uma grande comunidade de brasileiros estudantes de medicina e isso ajudou muito na divulgação. Foi um evento sold out, no terraço de um dos hotéis mais irados de Santa Cruz de la Sierra”, comemora.

Serviço
My House Episódio 3: Produto Nacional
Data: 08 de dezembro
Horário: das 20h às 08h
Local: Garden Hall (ao lado do Bay Park)
Line-up:
KVSH
FractaLL
Breaking Beattz
Plastic Robots
Marcelo Fiorela
Raul Mendes
Black Soup
Galvik

Ingressos: https://www.sympla.com.br/my-house-10-anos-ep-3—produto-nacional-c-kvsh–fractall–breaking-beats–plastic-robots-__350306

Classificação indicativa: 18 anos

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.