Paridade de salário entre polícias Civil e Militar do DF será concedida até abril, diz Ibaneis

Governador eleito diz que reajuste deve ser proporcional e com base no vencimento total; entenda.

Por Beatriz Pataro e Marília Marques, TV Globo e G1 DF

Policias militares do DF em frente a carros da corporação — Foto: Andre Borges/Agência Brasília

O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) afirmou, nesta quinta-feira (13), que o reajuste salarial das polícias Civil e Militar do Distrito Federal deve ser concedido até abril de 2019. O anúncio foi feito após visita de cortesia ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em Brasília.

"O levantamento já está sendo feito. A meta é que a gente consiga implementar isso a partir de março ou abril, já o primeiro reajuste."

A readequação pretende equiparar os salários das duas categorias, mas, conforme explicou Ibaneis, o percentual não será equivalente.

"Têm-se que unificar os valores para saber a real diferença que existe entre o policial civil e o militar, e, partir daí, conceder um reajuste que equipare as duas carreiras", disse Ibaneis.

Ibaneis propõe gratificação de 30% para policiais civis inativos retornarem ao trabalho

Fachada da 27ª Delegacia de Polícia, no Recanto das Emas, no Distrito Federal — Foto: TV Globo/Reprodução

Segundo o governador eleito, as gratificações recebidas pela PM – concedidas ainda no governo de Agnelo Queiroz – vão aproximar o salário das duas categorias com o aumento que será concedido aos policiais civis. O reajuste, portanto, vai considerar o vencimento total dos servidores e, não, o salário-base.

"[O reajuste será] no vencimento total, porque senão eu pego 37%, aplico no salário do PM, ele passa a ganhar mais do que o da Civil e, novamente, eu vou ter uma disparidade", avalia.

"Eu quero deixar bem claro que o meu compromisso é com a população do DF, não estou preocupado em desagradar nenhum tipo de categoria."

Longo processo

Desde 2016, os policiais civis pedem equiparação de reajuste com a Polícia Federal – que foi beneficiada com 37% de aumento, parcelados em três anos.

Em nota enviada ao G1 o sindicato da categoria afirma que "as perdas salariais da Polícia Civil, nos últimos anos, são de mais de 50%", e diz esperar que "a manutenção da paridade [com a Polícia Federal] seja reestabelecida".

Policiais civis fazem operação-padrão para cobrar reajuste salarial no DF

"Enquanto todas as categorias foram reestruturadas duas ou três vezes, ao longo dos últimos nove anos, a única que deixou de ser foi a PCDF", diz o comunicado. A corporação tem cerca de 4,5 mil servidores.

A reportagem também tenta contato com a entidade que representa a Polícia Militar do DF.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.