Mutirão para zerar fila de cirurgias no DF começa na 2ª, garante Ibaneis

Segundo governador, terceiro turno na rede pública também tem início nesta semana. Primeira troca da Bandeira do ano foi comandada pela PM-DF.

Por Gabriel Palma e Gabriel Luiz, TV Globo e G1 DF

Governador Ibaneis Rocha durante entrevista na Praça dos Três Poderes — Foto: Gabriel Palma/TV Globo

O governador Ibaneis Rocha (MDB) voltou a anunciar neste domingo (6) que os mutirões para zerar a fila de cirurgia cardíacas do Distrito Federal começam já a partir desta segunda-feira (7). Segundo o governador, o “terceiro turno de expediente” – o trabalho noturno de servidores da saúde – também se inicia nesta semana.

“Já foram comprados os insumos. Eu tenho certeza que essa semana não só as cirurgias cardíacas, mas todo o plantão e toda extensão de horário, terceiro turno na rede pública também, tudo isso vai começar a funcionar para cuidar das nossas famílias e das nossas cidades.”

Para dar conta de todo o trabalho sem novas contratações, o governo aposta na liberação de de horas extras e na convocação de médicos já aposentados com a contrapartida de uma gratificação. Neste caso, o bônus seria de R$ 8 mil por 20 horas semanais de trabalho. O valor é similar ao que já é pago, atualmente, aos médicos recém-contratados na rede pública.

Essa promessa de Ibaneis na área da saúde já tinha sido anunciada no dia 2 de janeiro, no segundo dia de mandato dele. Segundo o governador, as medidas fazem parte do programa "SOS DF", lançado na sexta-feira (5). O tamanho da fila à espera de cirurgias, no entanto, não foi divulgado.

Troca da Bandeira
Primeira Cerimônia de Troca da Bandeira de 2019 — Foto: Gabriel Palma/TV Globo

As declarações do governador ocorreram durante a cerimônia da troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes. O evento ocorre no primeiro domingo de cada mês. A solenidade foi comandada pela Polícia Militar do Distrito Federal, com a presença da nova comandante-geral, coronel Sheyla Sampaio.

A substituição da Bandeira Nacional é uma solenidade que dura cerca de 30 minutos, é aberta ao público e promovida todo primeiro domingo de cada mês para estimular o aspecto cívico do Brasil e a memória dos símbolos nacionais. Exército, Marinha, Aeronáutica, GDF, Corpo de Bombeiros e PM se revezam na organização do evento.

“Temos que reforçar esses laços cívicos. Reafirmo nosso compromisso com a nossa Pátria. Acho que todos temos que ter esse envolvimento. Nós temos que parar com individualismo que perdurou durante muitos anos e temos que passar a viver um coletivo maior, e isso em torno dos cívicos da nação é muito importante”, disse Ibaneis na cerimônia.

Bandeira

Com 286 metros quadrados, a Bandeira Nacional fica hasteada a 100 m do chão na Praça dos Três Poderes, em Brasília. Ela é presa por 24 hastes de metal que significam o diálogo e a convergência entre as unidades da Federação e os Três Poderes da República. Na base do mastro está escrita a frase: “Sob a guarda do povo brasileiro, nesta Praça dos Três Poderes, a Bandeira, sempre no alto, visão permanente da Pátria".

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.