Brasília ganha dois novos hospitais particulares na L2 Norte e na L2 Sul

O Sírio-Libanês abre as portas do primeiro hospital completo fora de São Paulo na 613 Sul. O Hospital Albert Sabin começa a funcionar na 608 Norte.

Por G1 DF — Brasília

Sírio-Libanês de São Paulo — Foto: Reprodução/TV Globo

Brasília ganha dois novos hospitais particulares nesta segunda-feira (18). O Sírio-Libanês abre as portas do primeiro hospital completo fora de São Paulo na 613 Sul. Já o Hospital Albert Sabin começa a funcionar na 608 Norte.

O Hospital Sírio-Libanês que, desde 2011, funcionava com dois centros de oncologia e um de medicina diagnóstica, agora terá 144 leitos, 30 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e seis salas de cirurgia. O investimento foi de R$ 260 milhões.

Em 2019, a instituição estima realizar cerca de 160 mil atendimentos nas especialidades já oferecidas e nas novas que são cardiologia, neurologia, ortopedia e pronto Atendimento.

A ampliação da estrutura possibilitará também expandir a parceria com a rede pública do DF. Desde 2016, o Sírio-Libanês oferece radioterapia para tratamento contra o câncer em pacientes do Hospital da Criança de Brasília, em parceria com a instituição. São beneficiadas cerca de 60 crianças por ano.

Durante a campanha contra o câncer de mama, no Outubro Rosa, a instituição também faz mamografias e outros exames em mulheres indicadas pela Secretaria de Saúde.

Fachada do Hospital Albert Sabin na L2 Norte — Foto: Divulgação

Já o Hospital Albert Sabin, que será inaugurado nesta segunda, oferecerá atendimento 24h e estrutura especial para atendimentos na área da pediatria, além de mais de 20 especialidades.

O hospital privado também terá um centro de diagnóstico por imagem com laboratório de exames e clínica de referência em tratamento de queimaduras e feridas. Mais de 600 profissionais já começaram a trabalham no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.