Pré-carnaval anima foliões com segurança

Com reforço de mais de mil policiais militares e fiscalização do DF Legal, festa reuniu milhares de famílias em quatro blocos animados. Nesta edição, teve até rock nacional
AGÊNCIA BRASÍLIA

Milhares de pessoas saíram às ruas de Brasília para festejar o pré-carnaval neste final de semana. A folia aconteceu em diversos pontos da capital e levou diversão para públicos de todas as idades, com reforço na segurança. Mais de mil policiais militares foram destacados para o patrulhamento ostensivo em diversos pontos da festa.

No sábado, nem o tempo chuvoso tirou o ânimo dos foliões. Logo pela manhã, a criançada curtiu, embalados pelos blocos Calango Careta e Suvaquinho. À tarde, na Funarte, a festa ficou por conta do Suvaco da Asa, uma das atrações mais tradicionais e queridas pelos brasilienses. Ao som de muito frevo, o bloco homenageou o grupo pernambucano Marafreboi.

Famílias marcaram presença não apenas no desfile infantil, mas também à tarde, com a versão adulta do bloco. Os servidores Robson Aguiar e Evilânia Soares se revezavam dançando com o filho Murilo, de um ano. “É a primeira vez que ele (a criança) vem. Aprovamos o Local de fácil acesso e estamos nos sentindo bem seguros”, disse o pai.

O carnaval da segurança e do conforto estreiou também como carnaval do respeito. As amigas Clara, Isabela, Camila, Luana e Priscila, de 17 anos, disseram que estavam se sentindo à vontade para curtir a festa. “Está melhor que no ano passado”, atestou Clara.

Acessibilidade também ganhou a aprovação da cadeirante Maria Clara Gouveia, 14 anos, acompanhada da mãe Rosemary. “Aqui têm as ciclovias que me ajudam. O que atrapalha muito (a locomoção) é a grama”.

Ainda no sábado, no Setor Comercial Sul, a festa foi da diversidade. O Canteiro Central recebeu o “Samba Urgente”, que animou foliões com muito samba. A estrutura montada no local com tendas, banheiros e opções de alimentação permitiu que o público curtisse a festa abrigada da chuva e com conforto.

Já o “Vai Com As Profanas” fez todos dançarem na praça central do SCS com ritmos diversos como funk, pagode e axé. O bloco, que adotou a proposta de folia com respeito, fez campanha de conscientização em relação ao respeito às outras pessoas.

Ontem, a folia continuou com tranquilidade. Três blocos de diferentes estilos levaram alegria, respeito e animação aos foliões. A banda “Maria Vaicasoutras” comandou o bloco na 201 norte, que alegrou foliões mais experientes e os pequeninos também. O grupo formado por 31 mulheres abriu a festa animando o público infantil.

Os adultos acompanharam a folia no trio elétrico.
Além de boa música, o grupo se preocupou em conscientizar as pessoas sobre o respeito ao próximo e ao espaço público com campanhas como “não é não” e “lixo no lixo”. Segundo a coordenadora do bloco, Zilda Pessoa, isso é essencial para garantir a qualidade do evento. “O diálogo aberto do governo com os blocos foi muito importante. A equipe sempre esteve disponível para nos ajudar e esclarecer todos os pontos do edital”, disse.

Celebrando a diversidade, o Bloco do Amor animou milhares de pessoas na via S2 ao som de axé e hits da música popular brasileira. O público que acompanhou o trio elétrico destacou a organização da festa. Frequentador do bloco em anos anteriores, o biólogo e estudante de publicidade Victor Santos aprovou a segurança do evento. “Esta edição está muito melhor. A esta está bem tranquila e organizada”.

Os amantes do rock também curtiram o pré-carnaval no domingo. “System Safadown” levou ao Setor Comercial Sul clássicos do rock nacional com batidas de frevo, samba e maracatu. A primeira edição do evento agradou a pedagoga Gabi Almeida. Segundo ela, a proposta do evento é inovadora, pois oferece ao público alternativas aos programas típicos carnavalescos. “A realização de eventos em espaços abertos e de fácil acesso onde todos podem entrar e se divertir é muito boa”, comentou.

Segurança e organização

O sucesso do pré-carnaval é resultado de um reforço grande na organização e policiamento. Mais de mil policiais militares reforçaram o patrulhamento. No sábado, os foliões também contaram com o apoio de 40 brigadistas, três ambulâncias e o apoio de mais de 30 viaturas. A estrutura contava ainda com efetivos do Corpo de Bombeiros.

O DF Legal atuou na organização dos ambulantes. Reboques, caixeiros e barracas foram deslocados para as laterais dos blocos com objetivo de facilitar o trânsito dos foliões. Não houve registros de ocorrências policiais.

*Com informações da Secult, SSP e DF Legal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.