Pesquisa: 83,7% aprovam gestão compartilhada das escolas com a PMDF

Em avaliação realizada pelo instituto Paraná, a maioria da população disse ser favorável ao modelo adotado em quatro colégios este ano

O modelo de gestão compartilhada com a Polícia Militar, adotado em quatros escolas do Distrito Federal desde fevereiro de 2019, é aprovado por 83,7% dos brasilienses. Dos entrevistados, 13,2% disseram desaprovar a gestão da PM nas instituições públicas de ensino e 3,1% não opinaram. As conclusões são de pesquisa do Instituto Paraná divulgada nesta quarta-feira (01/05/2019).

Os dados referentes à gestão compartilhada são os que mais chamaram atenção na sondagem, por apresentarem a maior diferença entre favoráveis e contrários à iniciativa. O instituto ainda questionou os entrevistados sobre o Passe Livre Estudantil, qual deveria ser a principal prioridade do governador Ibaneis Rocha (MDB) e qual a avaliação da atual gestão.

De acordo com o instituto, 43,4% dos entrevistados aprovam a gestão do emedebista; enquanto 50,6% a desaprovam. Outros 6% não souberam responder.

Quando foi pedido que os brasilienses avaliassem a administração do governador, 3,4% a consideraram ótima; 20,8%, boa; 35,5%, regular; 17,8%, ruim; 20,4%, péssima e 2,2% não opinaram.


O levantamento ainda mostra que 66,9% dos entrevistados acreditam que a principal prioridade do GDF deve ser a saúde pública.

O segundo ponto mais votado no ranking é a segurança pública, com 9,4%. A educação vem em terceiro na lista de prioridades entre as oito áreas citadas, com 7,5% dos apontamentos.

Passe Livre
Com a abordagem de políticas públicas, a pesquisa ainda questionou os brasilienses sobre o que pensam das mudanças previstas no Passe Livre Estudantil.

O Executivo encaminhou à Câmara Legislativa uma proposta de reformulação e restrição do benefício. Inicialmente, o governo chegou a pedir a extinção da gratuidade, mas, diante da pressão popular, recuou e agora trabalha para limitar o grupo de beneficiados.

Na avaliação da Paraná Pesquisas, 50,1% dos entrevistados concordam com a concessão do benefício apenas para alunos da rede pública de ensino. Outros 46,7% discordam e 3,2% não opinaram.

A maior parcela dos que discordam tem entre 16 e 24 anos, com 58,1%. Nessa faixa etária, 39,7% é a favor da limitação. Os que mais aprovam, 56,4%, têm 60 anos ou mais.

O Paraná Pesquisas entrevistou 1.542 pessoas de 16 anos ou mais, entre os dias 22 e 26 de abril. A avaliação está registrada no Conselho Regional de Estatística das 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª regiões com o número 3122/19. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais.

Metropeles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.