Paula Belmonte leva crianças à rampa do Congresso em ato pela primeira infância

 Em evento inédito, meninos e meninas coloriram o céu de Brasília, ao soltar balões e fazer pedidos para as futuras gerações. Momento marcou o encerramento da IV Semana do Bebê no Distrito Federal.

Cerca de 230 crianças correram para o abraço da deputada federal Paula Belmonte na rampa do Congresso Nacional nesta sexta-feira (7). Com balões, coloriram o céu da Esplanada dos Ministérios, em um ato que simbolizou a infância no centro do poder e das principais decisões do país. “Que essa semente realmente floresça. As crianças que estão aqui representam o nosso futuro e nós, que temos a caneta nas mãos, devemos dá-las prioridade absoluta”, ressaltou a parlamentar.

Todas subiram juntas até a Câmara dos Deputados para o encerramento da IV Semana do Bebê, realizada entre os dias 31 de maio e 7 de junho, com o tema: “Direito ao Abraço”. O evento foi organizado pela deputada, que é vice-presidente da Frente Parlamentar da Primeira Infância na Casa. Servidores contaram à Paula Belmonte que, em muitos anos na Câmara, nunca haviam presenciado a casa tão florida quanto nesta sexta-feira.

Teve brincadeira, contação de histórias, com Nyedja Gennari, e lanche para as crianças que estavam impressionadas com o passeio. Como o João Miguel Ferreira Sales, 5 anos, que nunca foi ao Congresso Nacional, mas já sabia tudo o que encontraria ali. “Bandeiras, policiais, prédio. Isso aqui é muito legal”, contou.

A programação da Semana do Bebê foi extensa, com a carreta do bebê em sete cidades. Adriana Faria, subsecretária da Secretaria de Justiça e Cidadania do DF (Sejus), agradeceu à Paula Belmonte pelo incentivo. “Ela que nos ajudou a realizar a semana e fez esse lindo momento de encerramento. A Semana do bebê cumpriu seu papel de colocar a primeira infância em pauta em todo o DF, com as atividades da Sejus e com outras que aconteceram na Vara da Infância, UnB, na Câmara Legislativa e na Câmara Federal”, destacou.

Na festa do encerramento, a apresentação do grupo de Dança Inclusiva deixou os convidados emocionados. Uma participação importante para mães como a Francismeire Nascimento, que dançou com a filha Larissa Nascimento (18), portadora de deficiência mental e paralisia cerebral. “Ela gosta e se desenvolveu muito a partir da dança. A Larissa se emociona e interage”, justificou.

Segundo Francismeire, essa valorização da primeira infância na época da gravidez poderia ter evitado a negligência médica no parto. “Tive parto normal forçado, com sequelas. Não me deram apoio e depois precisamos andar em todos os hospitais de Brasília até descobrir a síndrome rara de Lennox-Gastaut (SLG). Se naquela época tivesse todo esse apoio, ela teria se desenvolvido mais, com tratamento adequado”, completou.

Paula Belmonte agradeceu a presença das dançarinas e das famílias de crianças com síndromes raras. “Eu sou avó de uma dessas crianças. Contem com o nosso apoio para que vocês sejam vistos cada vez mais pela sociedade”, garantiu.

Também participaram do evento os deputados federais Bia Kicis e Darcísio Perondi; os senadores Izalci e Leila Barros; as deputadas distritais Julia Lucy e Kelly Bolsonaro; a diretora-geral administrativa da Vara da Infância e da Juventude, Simone Resende, e a representante da primeira dama do Distrito Federal Mayara Noronha, a assessora Elayne Rangel. Ainda, colaboraram com a organização do evento Tia Nair, que levou as crianças do Paranoá e Varjão, e Ana Beatriz Goldstein, representando a Sociedade Pestalozzi. Estiveram representadas também a Defensoria Pública do DF e a OAB/DF.
Crédito: Alexandre Motta/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.