União de Ibaneis e Izalci pode render cerca de R$ 400 milhões aos cofres do GDF

Governador do DF e coordenador da bancada de Brasília no Congresso buscam liberação de recursos de emendas travadas pela União.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) e o coordenador da bancada parlamentar do DF no Congresso, senador Izalci Lucas (PSDB), vão trabalhar juntos para reaver recursos destinados por parlamentares do Distrito Federal no Congresso Nacional (deputados federais e senadores) desde 2016, mas que até hoje não foi liberado pela União.

Participaram do encontro assessores diretos do governador Ibaneis, como Vitor Paulo, secretário de Relações Institucionais; André Clemente, secretário de Fazenda; e José Humberto Pires, conselheiro do GDF, além do vice-governador Paco Britto.

Coordenador da bancada, cabe ao senador Izalci cobrar a liberação de destinações orçamentárias dentro da Comissão Mista de Orçamento e Finanças do Congresso.

São cerca de $ 400 milhões em emendas parlamentares antigas, que ainda não foram liberadas pelo Governo Federal. Esses recursos deverão ser investidos em áreas importantes da administração pública de Brasília.

São R$ 100 milhões que serão destinados para creches, construção do viaduto do Recanto das Emas e R$ 124 milhões para o Hospital da Criança de Brasília José de Alencar.

Ibaneis destaca que após a liberação dos recursos, será possível investir na ampliação das creches e ajudar a combater a violência infantil. “Nós temos que colocar todas as crianças nas escolas e nas creches. Estamos montando um grande programa de creches e, com o senador Izalci, estamos buscando todas as emendas que não foram utilizadas nos últimos anos. O valor é muito grande. Só para a educação são R$ 100 milhões”, afirmou Ibaneis.

Entre os valores, detalha Izalci, há destinação também para investimentos em reforma de outros hospitais públicos e para a troca de caldeiras. “São recursos nossos, e o tempo que estamos perdendo coloca tudo em risco de não serem executados”, explicou senador.

“Vamos trabalhar juntos, bancada e GDF, para superarmos os entraves que estão postos para a execução das emendas. Também falamos sobre a situação dos bombeiros e dos policiais militares. O governador se colocou à disposição em nos ajudar a buscar uma solução urgente para impasse que foi trazido por meio da medida provisória que prorroga, até dezembro de 2020, o pagamento de gratificação aos funcionários requisitados que trabalham na Advocacia-Geral da União”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.