Câmara Legislativa do DF vota criação da região administrativa do Sol Nascente

Sessão está marcada para as 15h desta terça-feira (13).Segundo presidente da CLDF, há acordo para aprovação do projeto.
Por G1 DF

Rua do Sol Nascente, no Distrito Federal — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) vota, nesta terça-feira (13), a criação da região administrativa de Pôr do Sol/Sol Nascente. Promessa de campanha do governador Ibaneis Rocha(MDB), a medida depende de aprovação do Legislativo local.

A proposta será votada durante edição do projeto itinerante "Câmara mais perto de você", que realiza sessões legislativas em diferentes regiões do DF. A desta terça está marcada para as 15h, no Sol Nascente, em frente à feira do produtor rural.

O projeto que cria a 32ª região administrativa do DF foi apresentado pelo Executivo local em abril. A proposta prevê que a área seja desmembrada da região de Ceilândia, onde está atualmente incluída.

Segundo o presidente da Câmara Legislativa, deputado distrital Rafael Prudente (MDB), há um acordo entre os parlamentares para a aprovação da proposta.

Prudente afirma que a medida deve ser sancionada pelo governador já na quarta-feira (14). Questionado pelo G1, o Governo do DF informouque "só se pronunciaria após a aprovação do projeto".
Plenário da Câmara Legislativa do DF — Foto: Carlos Gandra/CLDF

Segundo o presidente da CLDF, a criação da região administrativa do Pôr do Sol/Sol Nascente deve ajudar na solução de problemas que a Administração Regional de Ceilândia não consegue solucionar.

"Temos uma administração que hoje não dá conta de resolver todos os problemas de Ceilândia e nem do Sol Nascente, porque elas cresceram muito. O governo tem que se adaptar", afirma.

"Com a criação da RA, você tem uma nova estrutura administrativa que vai aproximar a população e cuidar exclusivamente daqueles problemas, pois são realidades diferentes."

Decreto de três RA's

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha — Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

No primeiro mês de mandato, o governador Ibaneis Rocha chegou acriar, por decreto, três novas regiões administrativas no DF. Eram elas: Arapoanga, Arniqueiras e Pôr do Sol/Sol Nascente.

No mesmo dia, no entanto, teve que recuar da decisão porque a Lei Orgânica do DF prevê que novas regiões só podem ser criadas mediante aprovação de projeto de lei na Câmara Legislativa.

Ibaneis anuncia projeto SOS-DF em evento no Sol Nascente — Foto: Joel Rodrigues/GDF

Após a revogação do decreto, o GDF anunciou um grupo de trabalho para debater o tema. A expectativa era de que o projeto de lei ficasse pronto até 31 de janeiro, mas só foi enviado à CLDF em abril.

Segundo o Executivo local, "a criação da R.A tem como objetivo atender os propósitos de descentralização administrativa, a utilização racional de recursos para o desenvolvimento socioeconômico e a melhoria da qualidade de vida, previstos na Lei Orgânica do Distrito Federal".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.