Câmara comemora oito anos do Hospital da Criança de Brasília

A diretora administrativa da Abrace, Lysia Alarcão, rememorou história da entidade, que cuida de crianças com câncer no DF desde 1986.

Os oito anos do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) foram celebrados em solenidade na tarde desta sexta-feira (8) no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal. "É um reconhecimento aos que salvaram e continuam salvando vidas", destacou o autor da homenagem, deputado Leandro Grass (Rede). O parlamentar lembrou que, em outubro do ano passado, foi inaugurado o segundo bloco do HCB, ala que permitiu a ampliação de serviços complexos, como a cirurgia de separação de crânio das gêmeas Lis e Mel, em 27 de abril deste ano, caso de repercussão mundial.

"Temos o privilégio de não termos apenas um trabalho, mas uma causa", afirmou o superintendente executivo do hospital, Renilson Rehem, ao defender o serviço público de qualidade e o Sistema Único de Saúde (SUS). A responsabilidade do HCB, segundo o diretor, é honrar o legado deixado pela Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace).

Memória e história – A diretora administrativa da Abrace, Lysia Alarcão, rememorou que a entidade, que cuida de crianças com câncer desde 1986 no DF, assumiu o compromisso de levantar recursos para a construção do segundo bloco do HCB. Em contrapartida, o GDF cedeu a área e impôs, como condição, que a unidade pediátrica abarcasse todas as especialidades e não se restringisse ao câncer infanto-juvenil. Alarcão recordou que a Abrace arrecadou cerca de R$ 30 milhões junto à comunidade, construiu a ala e a doou para o poder público. A gestão do hospital é feita, desde 2011, pelo HCB e pelo Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (Icipe), em parceria com o GDF. Por isso, a diretora considera que "o Hospital da Criança e o Icipe são filhos da Abrace". Nessa condição, ela disse que a Abrace se orgulha do hospital e do instituto pela "qualidade no atendimento, capacidade técnica e transparência na gestão dos recursos públicos".

Já a presidente da Organização Mundial da Família, Deisi Kusztra, destacou que ao HCB estão atreladas às "histórias das crianças que sobreviveram". A diretora técnica do HCB, Isis Magalhães, por sua vez, frisou que o grupo de pais que fundou a Abrace modificou a história da oncologia do DF. Magalhães acrescentou ainda que sustentam o HCB o tripé assistência, ensino e pesquisa. Durante o evento, foram entregues moções de louvor aos protagonistas da história do hospital.

Depoimento – Bastante emocionada, Viviane Maciel Morais, mãe do paciente do HCB, Vitor Maciel, de três anos, agradeceu "à equipe que acolheu o nosso pequeno". Para ela, o hospital "é um lugar onde se abraça a esperança". Morais relatou o êxito do tratamento do filho, diagnosticado, em 2017, com leucemia linfoide aguda. "A gratidão é um sentimento maior hoje", descreveu.

Funcionários do hospital e voluntários da Abrace também participaram da solenidade, em que se apresentou o Coral de Vozes e Violões Santo Afonso, da cidade de São Sebastião.

Franci Moraes
Fotos: Carlos Gandra/CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.