CLDF terá exposição de arte e massoterapia por deficientes visuais

Atividades fazem parte das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, que incluem sessão solene presidida por Robério Negreiros (PSD) nesta segunda-feira (2).


Na primeira semana de dezembro, a Câmara Legislativa recebe a mostra Colagens, com trabalhos de alunos do Centro de Ensino Especial de Deficientes Visuais (CEEDV) do DF. Paralelamente à exposição, massoterapeutas com deficiência visual vão atender gratuitamente. As atividades marcam uma série de datas festejadas em dezembro: o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3); o Dia Nacional da Acessibilidade (5), e o Dia Nacional da Pessoa Cega (13).

Para abrir as comemorações, nesta segunda-feira (2), às 15h, uma sessão solene, de autoria do segundo secretário da CLDF, deputado Robério Negreiros (PSD), lembrará a primeira dessas datas. Instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1992, o objetivo do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência é refletir sobre ações inclusivas para uma população que representa cerca de 10% dos habitantes de todo o mundo.

Referência – Única instituição educacional do Distrito Federal e Entorno especializada no atendimento ao estudante cego, surdo-cego e com baixa visão, o CEEDV é uma escola pública vinculada à Secretaria de Educação. Norteado pelo ensino regular, com as devidas adaptações e procedimentos metodológicos específicos, o Centro de Ensino de Deficientes Visuais oferece ainda atividades como aulas de artes cênicas, música e mobilidade.

Segundo dados do estabelecimento, localizado na 612 Sul, os alunos são moradores de diversas regiões administrativas e a renda de mais da metade das famílias dos estudantes é inferior a um salário mínimo. Nos diversos espaços, que inclui uma biblioteca com edições em Braile, frequentam o centro cerca de 200 pessoas, diariamente.

Para desenvolver nos estudantes a representação por meio da sensibilidade táctil e da percepção sensorial, Valdete Brandão, professora de Artes Visuais do CEEDV, trabalha com elementos que abarcam, além das tintas, o reaproveitamento de materiais naturais, como areia e folhagens. Textura e relevo são características das telas selecionadas para a mostra que permanecerá no foyer do plenário da Câmara legislativa até o dia 6 de dezembro.

Massagem sem Stress – Enquanto a exposição estiver em cartaz, uma equipe de massoterapeutas do projeto "Massagem sem Stress" atenderá aos visitantes de forma gratuita. O projeto já capacitou, desde 2008, 23 cegos, numa parceria entre a Associação de Amigos de Deficientes Visuais (AADV) e o Instituto de Promoção das Pessoas com Deficiência Visual (IPPDV), que atuam para profissionalizar pessoas com deficiência visual visando à inserção no mercado de trabalho.

Atualmente, eles atendem, mediante cobrança pelo serviço, no Centro Comercial Gilberto Salomão, de segunda a sexta, das 11h30 às 17h30, e, aos sábados e domingos, de 10h às 17h30. Há profissionais atendendo também no Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, no Ministério das Minas e Energia, além de empresas privadas, parceiras do projeto.

O grupo pretende expandir os espaços de atuação, bem como adquirir novas cadeiras de massagem, além das 14 já existentes. Um dos coordenadores do grupo, Fernando Rodrigues, professor do CEEDV, destaca o lema da equipe – "Doe para você 15 minutos" – e lembra que o retorno tem sido positivo, especialmente, por um motivo: "A massagem aplicada pela pessoa cega é mais profunda e, por isso, relaxa mais".

Franci Moraes
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.