Fila de emprego reúne centenas de pessoas em frente ao Mané Garrincha

Resultado de imagem para fila de empregos mané garrincha"Entre as vagas disponíveis estão auxiliar de serviços gerais, chefe de limpeza e brigadista.

A fila reúne centenas de pessoas, em frente ao Estádio Mané Garrincha, em busca de um emprego. Centenas de pessoas esperam por uma oportunidade de emprego na manhã desta terça-feira (28/1) numa fila enorme. Os interessados esperam em frente ao Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha para participar de processo seletivo, das 8h às 17h, até quarta-feira (29/1). 

Entre as vagas oferecidas estão brigadista, auxiliar de serviços gerais, orientador de fluxo, operador de catraca, vigilante e agente de portaria. O emprego é temporário.

De acordo com a Dinâmica Facility, empresa responsável pela seleção, há um limite de atendimento nos dois dias e, caso o interessado não seja contemplado, o cadastro será mantido no banco de talentos. "Em breve faremos um novo processo seletivo", informa, em comunicado. O DF tem 313 mil desempregados, segundo os dados da última Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) da Codeplan. 

Moradora do Recanto das Emas, Cleide Freitas, 34 anos, foi a primeira a chegar na fila, às 8h de segunda-feira (27/1). Cleide Freitas, 34 anos, foi a primeira a chegar na fila. Moradora do Recanto das Emas, ela veio para o Estádio Nacional às 8h de segunda-feira (27/1). Segundo ela, a precaução — de 24 horas — foi uma aposta para conseguir uma posição. "A disputa é grande para uma vaga de emprego, então, vim mais cedo para garantir uma vaga na concorrência", afirma. Ela espera ser chamada para atuar na área de serviços gerais, e diminuir os 2 meses em que está desempregada.

Segundo o gerente-geral da empresa que faz a seleção, Carlos Vilanova, aproximadamente 1,5 mil pessoas foram chamadas para a entrevista desta terça-feira (28/1). As vagas são para funções da modalidade intermitente, para formar um banco de talentos para futuras concorrências que a empresa tentará fazer para atender eventos que ainda serão realizados no Estádio Nacional.

"Estamos preparando para futuramente fechar contratos, para isso, precisamos fechar um banco de talentos e estar prontos para prestar serviços no estádio. As contratações serão de acordo com os serviços. Uma pessoa é chamada para vir no dia, trabalha 8 horas, e recebe todos os benefícios, tendo a carteira assinada, conforme as diretrizes", declara.

Correio Brasiliense
Foto: Matópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.