Governo estuda liberar novos saques do FGTS

A medida deve ser anunciada nos próximos dias dentro do pacote que visa amenizar os impactos recessivos do coronavírus na economia brasileira

(foto: Divulgação/Governo Federal)O governo federal está preparando um projeto que pode liberar mais R$ 21,5 bilhões em saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A medida deve ser anunciada nos próximos dias dentro do pacote que visa amenizar os impactos recessivos do coronavírus na economia brasileira.

Secretário especial da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues contou nesta sexta-feira (20) que o governo estuda remanejar R$ 21,5 bilhões que não foram sacados do PIS/Pasep para reforçar o caixa do FGTS e, assim, poder liberar mais uma rodada de saques para os trabalhadores que são cotistas do fundo. "Isso pode possibilitar novos saques. O desenho está sendo finalizado", afirmou Waldery, ao ser questionado sobre o assunto.

"Olhamos o FGTS como um elemento importante para contribuir com o enfrentamento das mazelas causadas pelo Covid-19. [...] É um fundo privado importante que vai em defesa do consumidor", acrescentou o secretário, dizendo que uma nova leva de saques do FGTS neste momento de pandemia pode trazer certo dinamismo à economia brasileira, que está sendo duramente afetada pela pandemia.

Waldery comentou sobre a possibilidade de uma nova rodada de saques das contas do FGTS, por sinal, logo depois de revelar que o governo reviu para praticamente zero (0,02%) a perspectiva de crescimento da economia brasileira por conta dos impactos do coronavírus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.