Pontos com álcool em gel são instalados na Rodoviária do Plano

Outras medidas de profilaxia, como o aumento na frequência da limpeza em corrimões das escadas fixas e rolantes, foram adotadas. DF Legal irá retirar ambulantes que restringem passagem dos transeuntes e criam aglomerações. 

Já eram quase 20h dessa segunda-feira (16) quando o economista Luiz Guilherme Lopes, de 28 anos, parou para desinfectar as mãos com álcool em gel na chegada à estação do metrô na Rodoviária do Plano Piloto. Morador de Taguatinga, ele passa pelo local todos os dias e se surpreendeu com um dos 16 pontos de profilaxia que estão sendo instalados no terminal de ônibus da região Central de Brasília.Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

A medida preventiva foi adotada pela administração da Rodoviária para dar suporte à população na higienização das mãos no combate à proliferação do novo coronavírus. Ela se junta ao aumento da frequência da limpeza dos corrimões das escadas – fixas e rolantes – ao longo do dia. Os pontos de coleta do álcool em gel serão repostos várias vezes ao dia, para que não falte o produto.

Preocupado com a pandemia do coronavírus e consciente de que não se trata só de um resfriado, Luiz Guilherme gostou da iniciativa de profilaxia adotada pelo terminal rodoviário por onde passam, diariamente, cerca de 800 pessoas de todos os cantos do Distrito Federal e Entorno. “[Essa ação] Não apenas pode, mas já está contribuindo com a higiene e uma forma eficaz de conter a proliferação do vírus em larga escala neste momento”, disse ele.

Liberação dos espaços
Administrador da Rodoviária do Plano Piloto, Josué Martins de Oliveira informou que outras medidas estão sendo adotadas para conter a disseminação do coronavírus. A Defesa Civil do DF e o Corpo de Bombeiros estão sendo consultados para a liberação de espaço no corredor de circulação dos passageiros no terminal.

Já o DF Legal deverá ser acionado para a retirada dos vendedores ambulantes que restringem a passagem dos transeuntes, obrigando-os a aglomerações e ao maior contato físico uns com os outros. “Estamos atentos e monitorando o que pode ser feito para cuidar da população, seguindo as medidas ditadas pelo Governo do Distrito Federal nos últimos dias”, disse Josué.Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Já o estudante de contabilidade Roberto Silva, de 25 anos, saia da agência do BRB Mobilidade em sentido ao metrô quando passou álcool em gel nas mãos. Igualmente preocupado em não contrair a Covid-19, o morador de Santa Maria tem adotado os cuidados básicos de limpeza frequente das mãos. “Em um local onde circula tanta gente diariamente, é acertada a decisão de estimular o uso pelas pessoas”, elogiou.

* Colaborou: Jéssica Antunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.