Banco de Alimentos da Ceasa recebe doação de 1,5 tonelada de carne suína

Doação é resultado de uma ação solidária de duas associações de criadores de carne suína (DFSuin e Sindsuínos), ambas sem fins lucrativos.
Agencia Brasilia*

Doações envolvem associações de criadores de carne bovina, empresários e órgãos do GDF | Foto: Ceasa-DF / Divulgação

Nesta quarta-feira (8), o Banco de Alimentos da Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF) recebeu aproximadamente 1,5 toneladas de carne suína, cortados em tamanhos grandes e embalados em 108 pacotes de aproximadamente 13 quilos.

A doação é resultado de uma ação solidária de duas associações de criadores de carne suína (DFSuin e Sindsuínos, ambas sem fins lucrativos), com atuação conjunta e funcionamento na mesma sede. As entidades têm o objetivo de representar os interesses e reivindicações dos criadores e abatedouros de suínos, promovendo parcerias com instituições públicas e privadas para a realização de ações e projetos que promovam o desenvolvimento econômico, social e sustentável da suinocultura do Distrito Federal.

Essa carne de suínos será encaminhada às instituições atendidas pelo Banco de Alimentos, que estão sofrendo os impactos do desabastecimento devido às medidas de contingenciamento adotadas para combater o coronavírus.

Tomando todas as precauções necessárias, o presidente da Ceasa-DF, Onélio Teles; o subsecretário de Desenvolvimento e Abastecimento Rural, Odilon Vieira Júnior (representando o secretário de Agricultura do DF, Luciano Mendes); e o gestor executivo da DFSuin e da Sindisuínos, Douglas Rocha, compareceram ao Banco de Alimentos e foram recebidos pela diretora de Segurança Alimentar e Nutricional da instituição, Lidiane Pires.

Lidiane Pires ressalta a importância de poder oferecer proteína animal para pessoas em vulnerabilidade alimentar, além do caráter inédito da doação, levando-se em conta o quão saudável é a carne suína.

“O fato de o Banco de Alimentos ter sido escolhido para o recebimento da doação significa que estamos no caminho certo, somos referência, trabalhando com transparência e amor ao próximo”, destaca a diretora.

O trabalho de Banco de Alimentos não para, mesmo neste momento de pandemia de Covid-19. Diariamente a entidade tem recebido doações de empresários e agricultores que comercializam na Ceasa. A partir daí, as equipes do banco fazem rapidamente uma triagem para que esses alimentos cheguem o quanto antes à população em vulnerabilidade atendida pelas instituições cadastradas.Servidores adotam medidas protetivas de saúde em tempos de coronavírus | Foto: Ceasa / Divulgação

“Queremos fazer a nossa parte, diante desse cenário que é desafiador para todos os brasileiros. E esperamos que esse pequeno gesto sirva de exemplo para outros produtores rurais e empresários que podem e devem ajudar os mais necessitados, sem esperar que só o governo faça algo a respeito”, diz o presidente da DFSuin, Josemar Medeiros.

Medeiros ressalta, ainda, que para fortalecer essa ação a DFSuin buscou a parceria da Secretaria de Agricultura (Seagri-DF) e do Banco de Alimentos de Brasília, que é reconhecido por ser um programa de credibilidade que atua de forma transparente e em busca da segurança alimentar, evitando-se o desperdício de alimentos e ajudando a população em vulnerabilidade.

Presidente da Ceasa, Onélio Teles comentou como as parcerias são importantes nesse momento. “O governador Ibaneis Rocha tem buscado soluções diárias no enfrentamento à pandemia. E atitudes solidárias de entes privados somam forças com o governo e contribuem para o fortalecimento do ser humano e da nação como um todo”, afirmou.

* Com informações da Ceasa-DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.