Cientistas brasileiros descobrem remédio 94% eficaz contra coronavírus

O nome do medicamento não será divulgado por enquanto para não haver compras desnecessárias, já que é um remédio conhecido e está disponível no mercado

Por Aline Rocha

O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, divulgou nesta quarta-feira (15) que cientistas brasileiros testarão medicamento, em 500 pacientes, que não tem muitos efeitos colaterais e apresenta eficácia de 94% em células infectadas pelo novo coronavírus. 

Segundo o ministro, a equipe também está desenvolvendo um equipamento de inteligência artificial para testar pessoas com suspeitas do vírus. “Vacinas demoram mais do que o reposicionamento de drogas, mas estamos trabalhando com vacina dupla, tanto para Influenza quanto para a Covid”, disse. “Só a ciência pode combater o vírus”, reforçou o ministro.

Segundo Pontes, o nome do medicamento não será divulgado por enquanto para não haver compras desnecessárias, já que é um remédio conhecido e está disponível no mercado. “Teremos nas nossas mãos, desenvolvido no Brasil, no máximo, na metade de maio, a solução de um tratamento, com remédio disponível inclusive em formulação pediátrica”, afirmou Pontes.

O remédio será testado em 500 pacientes em sete hospitais, cinco no Rio de Janeiro, um em São Paulo e outro em Brasília. A administração do medicamento será diária, durante cinco dias, com mais nove dias de observação. “Em 14 dias, poderemos ver se os efeitos em pacientes serão os mesmos já comprovados em células infectadas”, reforçou Pontes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.