Em ação pioneira, CLDF celebra o Dia Mundial da Educação pelo e-Democracia

A reunião foi proposta pelo deputado e professor Leandro Grass e estará aberta à participação popular pela plataforma de interação digital da CLDF.

No dia 28 de abril é comemorado o Dia Mundial da Educação. A data foi estabelecida em 2000, após um Fórum Mundial, em Dakar, é desde então um marco para celebrações e debates que fortaleçam a educação. E com o objetivo de não deixar uma data tão relevante passar em branco em meio à pandemia do novo coronavírus, o deputado distrital Leandro Grass (Rede) promove, na próxima terça-feira (28), uma reunião virtual pública com professores e gestores do DF para um debate sobre os obstáculos do setor na situação atual. A reunião será na terça, às 9h30, e pode ser acessada pelo Portal e-Democracia.

Esta será a primeira vez, durante o isolamento causado pela crise causada pela Covid-19, que um evento assim será realizado com a utilização do e-Democracia, plataforma de interação digital da Câmara Legislativa do DF. Para o deputado, o pioneirismo foi necessário para que haja um debate mais amplo sobre os desafios que a educação já enfrenta normalmente, e que agora aumentaram por causa do coronavírus.

"Com escolas fechadas, restrições de aglomerações, isolamento e a falta de acesso à internet em muitos locais da cidade, os educadores precisam ter muita criatividade para repensar o processo de educar. Não basta dizer que as teleaulas serão preparadas. Ensino à distância não é só conteúdo. Então essa crise apareceu também para termos as soluções já preparadas em qualquer situação", resumiu Leandro Grass.

A educação de qualidade a todos, aliás, é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e por isso mereceu a ação pioneira de Grass. "A ideia é usar a ferramenta para que o debate sobre educação de qualidade não esfrie. Se a pandemia não permite que façamos a reunião de forma física, vamos usar a tecnologia e trazer a população para perto pela internet", disse Grass.

Para o encontro virtual, foram convidados professores, diretores, gestores, familiares e alunos. Grass, que é professor por formação, defende que são essas pessoas que precisam ser ouvidas quando se trata de educação.

"A comunidade educacional sabe exatamente o que acontece, pois convivem diariamente com os obstáculos, as necessidades. Propor uma reunião assim fortalece o debate porque podem dar ótimas ideias, apresentar propostas que impactam diretamente neles no dia a dia", observou.

Com informações da assessoria de imprensa deputado Leandro Grass

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.